terça-feira, 13 de outubro de 2009

Paulinho Vilhena Fica Nu em Peça Teatral

Relação entre natureza e ser humano em 'O Arquiteto e o Imperador da Assíria'

O espetáculo mostra o afastamento entre ser humano e natureza no processo civilizatório por meio dos conflitos entre o Arquiteto, vivido por Paulo Vilhena, e o Imperador, personagem de Beto Bellini.

Em entrevista coletiva, os atores, junto com o diretor, Haroldo Costa Ferrari, comentaram a importância da relação entre eles para a boa interpretação do texto de Fernando Arrabal.

Divulgação

"Se tiver problema um com o outro, nem o melhor ator do mundo faz bem. Eu peço que eles 'presentem', e não representem, que estejam mesmo aqui", disse Ferrari, concordando que a peça que chega ao Rio não é a mesma que estreou em São Paulo em março de 2008. "É diferente porque eles mudaram, e tudo reflete em cena. O que eles vivenciaram na vida profissional depois dessa montagem, isso agrega agora".

A preparação dos atores para o espetáculo incluiu corrida, natação, surfe e treinamento com exercícios que imitam os movimentos de animais, pois o físico de ambos é bastante exigido. Segundo Ferrari, os atores perdem cerca de 3 kg por apresentação. Ele falou ainda sobre o nu. "Não é em vão que é impróprio para menores de 18 anos", brincou ele, sem dar detalhes.

O ator Paulo Vilhena falou sobre a força e a identificação com o texto. "A preparação foi um processo intenso de tempo e entrega. Ele (o autor) expõe as mazelas, as dificuldades com a família. E isso faz parte da nossa vida. Arrabal é muito visceral, muito profundo. Se não tem disposição, é melhor não fazer. Ou você se entrega, ou não se mete com ele", afirmou, acrescentando que o espetáculo lhe proporcionou amadurecimento profissional.

Para Beto Bellini, ao mesmo tempo em que têm características em comum, ele e Paulo Vilhena são diferentes, o que se assemelha com a relação entre o arquiteto e imperador. O ator comentou que ambos são da cidade de Santos e adoram o mar. Entretanto, Beto teve a carreira iniciada no teatro, enquanto o colega de elenco trabalhou como modelo até atuar na televisão.

"O Beto me ensinou muita coisa em relação à vida", afirmou Paulo Vilhena, que durante a entrevista trocou abraços com o colega de elenco, mostrando a cumplicidade entre eles.

Veja o convite de Paulo Vilhena para os internautas no YouTube:

A Peça

O texto, do espanhol Fernando Arrabal, conta a história um homem civilizado, o Imperador, cujo avião cai numa ilha, onde encontra um ser primitivo e animal, o Arquiteto. O Imperador (Beto Bellini) se considera superior devido à sua cultura e se coloca na posição de soberano absoluto da ilha pelo simples fato de saber falar, ler e escrever. A todo o momento humilha um homem inculto e primitivo. Já o Arquiteto (Paulo Vilhena) é a personificação da própria natureza: ingênuo, puro, inocente, acima do bem e do mal, poderoso e imortal. A direção do espetáculo fica com Haroldo Costa Ferrari.

Serviço
Teatro do Leblon - Sala Tônia Carrero
Rua Conde Bernadotte, 26
2529-7700
Horário: Quinta, Sexta e Sábado às 21h, Domingo às 20h
Preço: Quinta, Sexta e Domingo - R$ 60,00. Sábado - R$ 70,00
Classificação etária: 18 anos
Estacionamento na Galeria do Teatro

Mais Informações Veja AQUI

Visite o Portal Oficial do Leblon, faça o seu Cadastro, é rapidinho, em menos de um minuto e fique por dentro de tudo que Acontece no Bairro - www.amoleblon.com.br

Comente!

Nenhum comentário: