sábado, 8 de setembro de 2012

Dia Nacional do Cachorro-Quente

Cachorro-quente é uma comida democrática. Ao mesmo tempo em que ele pode ser um simples pão com salsicha e molho, também pode ter ingredientes finos ou mais próximos da realidade de uma região específica. Neste Domingo dia 9 de Setembro comemora-se o Dia Nacional do Cachorro-Quente.

Dia Nacional do Cachorro-Quente

O preço também varia. Se em uma barraquinha, conhecidas como "podrão" ele pode custar por volta de dois reais, versões mais elaboradas podem chegar a milhares de dólares. Um exemplo é o hot-dog mais caro do mundo, vendido por 2,3 mil dólares em um restaurante de Nova York. O estabelecimento criou uma receita exclusiva com ingredientes raros e sofisticados.

O sanduíche medirá 30 centímetros e terá uma salsicha especial, feita de carne de boi da raça japonesa Wagyu. O dinheiro arrecadado com a venda dos cachorros-quentes será doado à City Harvest, instituição de caridade que cuida de adultos e crianças que passam fome, em Nova York.

Dia Nacional do Cachorro-Quente

Independentemente das peculiaridades de cada tipo, esse sanduíche é um grande sucesso dentro e fora do país. A origem do cachorro-quente é controversa. Uns dizem que surgiu em 1852, quando um açougueiro de Frankfurt (Alemanha) batizou as salsichas que fabricava com o nome de seu cachorro.

Outra tese sustenta que foi criado em 1904, em Saint Louis (EUA), por um vendedor de salsichas que bolou um jeito de os clientes não queimarem as mãos: colocando pão. Por aqui, crê-se que tenha chegado em 1926, quando Francisco Serrador idealizou a Cinelândia e colocou à venda nos cinemas.

Dia Nacional do Cachorro-Quente

Onde Comer no Leblon
Serviço

Podrão do Mãozinha
O Mãozinha que está no Leblon há 12 anos bate ponto em frente à Cobal do Leblon. Numa Van caindo as pedaços, o podrão é honesto, principalmente pela simpatia do dono. O cachorro-quente é gostoso e vem servido de um jeito que fica fácil de comer
Rua Gilberto Cardoso s/nº, Leblon - 7852-1332 (informações). Diariamente, das 19h às 5h.

Deli 43-Pavelka
Considerado o melhor cachorro-quente do Rio de Janeiro, em 2010 e 2011, pela edição Comer e Beber da Veja Rio, o hot-dog da Deli 43-Pavelka tem uma aparência simples. Ele é feito com pão de leite da casa e embutidos da Pavelka, produzidos artesanalmente e que podem ser de cinco tipos: linguiça suína, salsicha de vitela, Frankfurter, branca ou frango. O prato ainda acompanha mostarda.
Rua João Lira, 97 - Leblon - 21 2294-1745. Diariamente, das 9h às 23h

Casa do Alemão Leblon
A tradição da Casa do Alemão começou em 1945 em Petrópolis, o carro-chefe da casa é o tradicional croquete servido nas versões carne, frango e bacalhau e o cachorro-quente de linguiça suína.
Avenida Ataulfo de Paiva, 644 - 21 2540-7900. Diariamente, das 9h à meia-noite.

Dia Nacional do Cachorro-Quente

Geneal Leblon
Famosa por seu cachorro-quente, composto apenas de pão, salsicha e molho de mostarda, a rede Geneal surgiu em 1963 com suas tradicionais carrocinhas, que marcavam presença nos festivais de música da época, nos jogos de futebol no Maracanã e nas praias da Zona Sul carioca. Após a década de 70, a marca ficou sumida por um tempo, mas reapareceu em 1999, se expandiu e hoje conta com diversas lojas, situadas em shoppings e galerias da cidade.
Avenida Ataulfo de Paiva, 1.174 - box 13 B - Galeria Santa Helena, Leblon 21 3495-5032. Segunda a Sábado, das 7h30 às 20h30; Domingo, das 8h às 20h.

Mais Informações Veja AQUI

Visite o Portal Oficial do Leblon, faça o seu Cadastro, é rapidinho, em menos de um minuto e fique por dentro de tudo que Acontece no Bairro - www.amoleblon.com.br

Comente!

Nenhum comentário: