terça-feira, 22 de setembro de 2009

Dia Mundial sem Carro - 22/9/2009

O Greenpeace organiza uma semana de mobilização pelo clima. Nesse período, oito capitais brasileiras recebem uma série de eventos para lembrar a população de que o aquecimento global é uma realidade e que, para evitar seus piores efeitos, é preciso agir agora.

Cada um de nós pode adotar uma postura mais consciente sobre as mudanças climáticas e pressionar os governantes a fazerem mais para resolverem esse problema. Participe das atividades, inspire-se no trabalho do Greenpeace e aja você também.

Dia sem carro terá prefeito de bicicleta e mais ônibus

Seguindo o exemplo de cidades européias que adotaram o Dia Mundial sem Carro, o Rio abraçou com força a iniciativa e, para dar o exemplo, autoridades vão, só por hoje, utilizar bicicleta ou o transporte público para irem a seus gabinetes.

O prefeito Eduardo Paes anunciou que hoje acordaria bem cedo para ir da Gávea Pequena até o Palácio da Cidade, em Botafogo, sobre duas rodas e nenhum motor em um percurso de 10 km.

Mesmo com a chuva prevista, a assessoria do prefeito garantiu que o trajeto feito por ele de bicicleta seria mantido.

Autoridades no Metrô

Já secretárias municipais disseram que vão de metrô – bem protegidos da chuva. É o caso da secretária de Educação, Claudia Costin, que, após visitar uma escola no Leblon, deve seguir por um ônibus de integração até a estação Siqueira Campos em Copacabana, onde pegará o metrô até o Estácio/Cidade Nova, onde fica o Centro Administrativo São Sebastião.

A secretária municipal de Cultura, Jandira Feghali, também optou pelo metrô, saindo por volta das 8h da estação Glória, acompanhada pelo subsecretário de difusão e democratização cultural, Humberto Araújo, que é saxofonista e vai tocar durante todo o trajeto.

Para testar os resultados da iniciativa da prefeitura equipamentos do Instituto Estadual do Ambiente (Inea) realizarão o monitoramento da qualidade do ar em dois pontos do centro do Rio: no estacionamento do Ministério da Fazenda, na Avenida Presidente Antônio Carlos, no Castelo e no posto de vistoria Santa Luzia do Detran, na Avenida Presidente Vargas.

O secretário estadual de transportes, Júlio Lopes, defende a maior utilização da bicicleta como meio de transporte.

Este é o primeiro ano que o Rio participa do Dia Mundial sem Carro

A iniciativa foi criada na França em 1998 em defesa do meio ambiente e da qualidade de vida nas cidades. Segundo a Secretaria de Transportes, na capital colombiana, Bogotá, com 7 milhões de habitantes, o Dia sem Carro virou lei e conta com adesão total da população.

Maior oferta de ônibus, trens e metrô

A prefeitura do Rio informou que, mesmo com a chuva prevista para hoje, todas as atividades programadas para comemorar o Dia Mundial sem Carro estão mantidas.

Para reforçar a iniciativa, as empresas responsáveis pelo transporte público da cidade elaboraram um plano extra para atender à demanda maior das pessoas que deixarem o veículo em casa.

O Metrô Rio, a Supervia e a Fetranspor organizaram esquemas para atender toda a população.

A Supervia comunicou que disponibilizará 100% da sua frota, podendo, inclusive, realizar viagens extras de acordo com a demanda de passageiros.

O Metrô Rio também informou que colocará toda a frota em circulação durante todo o período de operação. Em todas as 33 estações das Linhas 1 e 2, cartazes estão afixados incentivando a população a deixar o carro em casa e a optar pelo metrô.

A Fetranspor comunicou que aumentará em 10% a frota de ônibus nas ruas. Normalmente, essa porcentagem é mantida na garagem para eventualidades.

A prefeitura determinou a redução do limite de velocidade de 32 ruas secundárias de Copacabana para 30 Km/h. Funcionários da CET-Rio trabalharão na instalação de 316 placas de sinalização para orientar os motoristas sobre a modificação na redução de velocidade, ao longo do dia.

A prefeitura também proibiu durante todo o dia de hoje o estacionamento de veículos no quadrilátero compreendido pela Avenida Rio Branco, a Rua Santa Luzia, a Avenida Presidente Antônio Carlos e a Rua da Assembléia.

Para dar exemplo de adesão ao Dia Mundial sem Carro, o funcionalismo público municipal não poderá estacionar os veículos nas vagas dos prédios administrativos.

Além disso, a prefeitura determinou que os carros a serviço do governo municipal – tanto próprios quanto terceirizados não poderão circular hoje, à exceção da os veículos operacionais, como reboques, caminhões de lixo e de demais serviços públicos.

Mais Informações Veja AQUI

Visite o Portal Oficial do Leblon, faça o seu Cadastro, é rapidinho, em menos de um minuto e fique por dentro de tudo que Acontece no Bairro - www.amoleblon.com.br

Comente!

Nenhum comentário: